Encontro regional no Cariri discutiu violência contra mulher

Com o tema “Sou mulher, não aceito violência”, o município de Barbalha sediou, na manhã do dia 26 de outubro, um encontro regional que discutiu políticas de enfrentamento à violência doméstica. O evento faz parte das atividades da Campanha de Prevenção e Combate à Violência Contra as Mulheres Cearenses, promovida pela Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará (APDMCE), em parceira com Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Mulher do Estado do Ceará, a Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) e prefeituras municipais.

Mais de 200 técnicos, de 40 municípios da região do Cariri e do Centro Sul, participaram do evento que discutiu, entre outros assuntos, a construção de uma agenda municipal de proteção à mulher e de uma rede de atendimento à mulher vítima de violência doméstica. Roberta Coelho Maia Alves, titular da Promotoria do Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher; Manuela Praxedes, Presidente da Comissão da ordem dos Advogados – OAB Mulher; Marcelha Pinheiro de Melo, assessora técnica da APDMCE; e Darciane Barreto, da coordenadoria especial de Políticas Públicas para Mulher do Estado do Ceará foram as palestrantes do Encontro.

A Campanha de Prevenção e Combate à Violência Contra as Mulheres teve início em 2015. O objetivo é proporcionar às mulheres, especialmente do interior do Estado, conhecimentos que fortaleçam sua identidade e consolidem sua cidadania. Além dos encontros regionais, a Campanha conta ainda com a criação e veiculação de peças publicitárias e educativas para rádio e internet e distribuição de uma cartilha informativa. Ao final desta campanha, a expectativa é, a partir do envolvimento das mulheres e das prefeituras, fortalecer a aplicação da Lei Maria da Penha e estimular a instalação de mais conselhos municipais de Prevenção e Combate à Violência Contra a Mulher e de uma Rede de Retaguarda para a Mulher Vítima de Violência e Maus Tratos.