A APDMCE e o UNICEF apoiam e mobilizam os municípios no combate ao mosquito Aedes Aegypti

O Brasil está em estado de alerta após um aumento expressivo dos casos de microcefalia em recém-nascidos, registrados principalmente na região nordeste do país. Segundo o Ministério da Saúde, de meados de outubro até a primeira semana de janeiro, foram registrados mais de 3.000 casos – a média histórica no Brasil é de 10 casos de microcefalia por ano. Mais de 40 desses bebês vieram a óbito, e a tendência aponta para o aumento rápido desses números, principalmente com o aumento das chuvas de verão.

O Ministério da Saúde já deu início a uma grande campanha de mobilização social para este ano de 2016. Várias instituições, como a APDMCE e o UNICEF, estão apoiando o Ministério na resposta à proliferação do mosquito, reforçando o pedido de adesão a essa campanha de todos os municípios participantes do Selo UNICEF Município Aprovado.

Para isso, contamos com o apoio dos municípios e seus técnicos para que todos possam atuar junto à comunidade na mobilização para a eliminação das condições de reprodução do vetor, a partir da mudança de comportamentos que ajudem a evitar focos de reprodução do mosquito, tanto na área urbana como na zona rural.

Confira algumas peças dessa campanha.